Efeito do nitrogênio e Azospirillum Brasilense em teores de proteína do milho na entressafra

Palavras-chave: Fixação Biológica, Teor proteico, Zea mays L.

Resumo

Considerando a importância econômica da cultura do milho (Zea mays L.) para o Estado do Tocantins e a escassez de estudos sobre o efeito da adubação nitrogenada e da utilização de bactérias do gênero Azospirillum, para a fixação biológica de nitrogênio, trabalhos de pesquisas são necessários. Neste sentido, o presente estudo foi realizado com o objetivo de se avaliar o efeito da adubação nitrogenada, associada ou não à bactéria Azospirillum brasiliense, no teor de proteína dos grãos de milho, na entressafra 2015, em Palmas (TO). Foram conduzidos dois ensaios no delineamento experimental utilizado de blocos casualizados com 30 tratamentos e três repetições. Os tratamentos foram dispostos em um esquema fatorial 2x3x5, representado por dois processos de inoculação das sementes no sulco no momento da semeadura com Azospirillum brasilense, três cultivares de milho e cinco doses de N realizadas em cobertura. O teor de proteína nos grãos foi obtido segundo o método de Kjeldahl. Temperaturas menores durante a fase vegetativa favoreceram o acúmulo de proteína nos grãos. O híbrido AG 1051 apresentou um maior incremento no teor de proteína nos grãos em função de doses de N na ausência do Azospirillum brasiliense. A variedade Al Bandeirante, em virtude de sua rusticidade, apresentou um maior conteúdo proteico nos grãos sob baixa disponibilidade de N na presença ou ausência do Azospirillum brasilense. A inoculação de sementes de milho com Azospirillum brasilense poderá ser uma alternativa viável na redução do uso de fertilizantes nitrogenados.

Biografia do Autor

Bruna De Pádua Marcolini, Universidade Federal do Tocantins - UFT
Mestre em Agroenergia pela Universidade Federal do Tocantins (UFT), Palmas (TO), Brasil.
Weder Ferreira dos Santos, Universidade Federal do Tocantins - UFT
Doutor em Biodiversidade e Biotecnologia pela Universidade Federal do Tocantins. Docente da Universidade Federal do Tocantins (UFT), Câmpus de Gurupi (TO), Brasil.
Vanderlan Carneiro Dias, Universidade Federal de Tocantins - UFT/BIONORTE
Doutor em Biodiversidade e Biotecnologia no PPG/Rede Bionorte da Universidade Federal de Tocantins (UFT), Palmas (TO), Brasil.
Flávio Sérgio Afférri, Universidade Federal de São Carlos - UFSCar
Doutor em Agronomia. Professor da Universidade Federal de São Carlos, Campus Lagoa do Sino (SP), Brasil.
Clóvis Maurílio de Souza, Universidade Federal do Tocantins - UFT
Doutor em Agronomia pela Universidade Federal de Pelotas. Professor nível Associado I da Fundação Universidade Federal do Tocantins (UFT), Palmas (TO), Brasil.
Joênes Mucci Pelúzio, Universidade Federal do Tocantins - UFT/BIONORTE
Doutor em Genética e Melhoramento pela Universidade Federal de Viçosa. Professor Titular da Universidade Federal do Tocantins (UFT), Campus Universitário de Palmas (TO), Brasil.

Referências

AOAC - Association of Official Analytical Chemists. Official methods of analysis. 16. ed. Arlington: AOAC International, 1995. 1141p.

BORÉM, A.; GALVÃO, J. C. C.; PIMENTEL, M. A. Milho: do plantio à colheita. Viçosa: UFV, 2015. 351p.

COELHO, B. A.; DIAS, V. C.; PELÚZIO, J. M.; SOUZA, C. M.; SIQUEIRA, G. B.; SANTOS, W. F. Produtividade do milho cultivado em baixa latitude na entressafra inoculado com Azospirillum brasilense com diferentes doses de nitrogênio. Journal of Bioenergy and Food Science, Macapá, v. 6, n. 1, p. 18-28, 2019. DOI: https://doi.org/10.18067/jbfs.v6i1.255

CRUZ, C. D.; CARNEIRO, P. C. S.; REGAZZI, A. J. Modelos biométricos aplicados ao melhoramento genético. 3. ed. Viçosa: UFV, 2014, 668p.

DARTORA, J.; GUIMARAES, V. F.; MARINI, D.; SANDER, G. Adubação nitrogenada associada à inoculação com Azospirillum Brasilense e Herbaspirillum Seropedicae na cultura do milho. Revista Brasileira de Engenharia Agrícola e Ambiental, Campina Grande, v. 17, n. 10, p. 1023-1029, 2013. DOI: https://doi.org/10.1590/S1415-43662013001000001

FERREIRA, D. F. Sisvar: a computer analysis system. Ciência e Agrotecnologia, Lavras, v. 35, n. 6, p. 1039-1042, 2011. DOI: https://doi.org/10.1590/S1413-70542011000600001

FUKAMI, J.; NOGUEIRA, M. A.; ARAUJO, R. S.; HUNGRIA, M. Accessing inoculation methods of maize and wheat with Azospirillum brasilense. AMB Express, v. 6, n. 3, p. 1-13, 2016. Disponível em: https://link.springer.com/article/10.1186/s13568-015-0171-y. Acesso em: 04 jun. 2020.

IAL - Instituto Adolfo Lutz. Métodos físico-químicos para análises de alimentos. 4. ed. São Paulo: Instituto Adolfo Lutz, 2005. 1018p.

LIMA, A. M. N.; PELUZIO, J. M.; SIQUEIRA, F. L. T.; OLIVEIRA JUNIOR, W. P. Efeito do déficit hídrico e época de semeadura sobre os teores e rendimentos de óleo e proteína em cultivares de soja no Tocantins. Revista de la Facultad de Agronomía, Buenos Aires, v. 116, n. 2, p. 193-199, 2017. Disponível em: https://revistas.unlp.edu.ar/revagro/article/view/6175. Acesso em: 16 jun. 2020.

MASCARELLO, G.; ZANÃO JÚNIOR, L. A. Produtividade de milho em resposta a doses de nitrogênio e inoculação das sementes com Azospirillum Brasilense. Revista Cultivando o saber, Cascavel, edição especial, p. 46-55, 2015. Disponível em: https://www.fag.edu.br/upload/revista/cultivando_o_saber/566ec3b5143a2.pdf. Acesso em: 05 jun. 2020.

MORENO, A. L.; KUSDRA, J. F.; PICAZEVICZ, A. A. C. Crescimento do milho em resposta a Azospirillum brasilense e nitrogênio. Revista Ibero-Americana de Ciências Ambientais, Aracaju, v. 10, n. 5, p. 287-294, 2019. DOI: http://doi.org/10.6008/CBPC2179-6858.2019.005.0025

MOTA, M. R.; SANGOI, L.; SCHENATTO, D. E.; GIORDANI, W.; BONIATTI, C. M.; DALL'IGNA, L. Fontes estabilizadas de nitrogênio como alternativa para aumentar o rendimento de grãos e a eficiência de uso do nitrogênio pelo milho. Revista Brasileira de Ciência do Solo, Viçosa, v. 39, n. 2, p. 512-522, 2015. DOI: https://doi.org/10.1590/01000683rbcs20140308

MUMBACH, G. L.; KOTOWSKI, I. E.; SCHNEIDER, F. J. A.; MALLMANN, M. S.; BONFADA, É. B.; PORTELA, V. O.; BONFADA, É. B.; KAISER, D. R. Resposta da inoculação com azospirillum brasilense nas culturas de trigo e de milho safrinha. Revista Scientia Agraria, Curitiba, v. 18, n. 2, p. 97-103, 2017. Disponível em: https://revistas.ufpr.br/agraria/article/view/51475. Acesso em: 14 jun. 2020.

PIMENTEL-GOMES, F. Curso de estatística experimental. 15. ed. Piracicaba: FEALQ, 2009. 451p.

PORTUGAL, J. R.; ARF, O.; PERES, A. R.; GITTI, D. C.; GARCIA, N. F. S. Coberturas vegetais, doses de nitrogênio e inoculação com Azospirillum brasilense em milho no Cerrado. Revista Ciência Agronômica, Fortaleza, v. 48, n. 4, p. 639-649, 2017. DOI: https://doi.org/10.5935/1806-6690.20170074

PRANDO, A. M.; SOUZA, T. M.; OLIVEIRA JUNIOR, A.; ZUCARELI, C. Produtividade, índice de vegetação e clorofila de trigo em resposta à inoculação com azospirillum brasilense e adubação nitrogenada em cobertura. Cultura Agronômica, Ilha Solteira, v. 28, n. 3, p. 329-342, 2019. DOI: http://doi.org/10.32929/2446-8355.2019v28n3p329-342

QUADROS, P. D.; ROESCH, L. F. W.; SILVA, P. R. F.; VIEIRA, V. M.; ROEHRS, D. D.; CAMARGO, F. A. O. Desempenho agronômico a campo de híbridos de milho inoculados com Azospirillum. Revista Ceres, Viçosa, v. 61, n. 2, p. 209-218, 2014. DOI: https://doi.org/10.1590/S0034-737X2014000200008

QUINTÃO, L. R. M.; QUEIROZ, I. D. S.; TORRES, J. L. R.; FERREIRA, A. S.; FARIA, M. V.; SIQUEIRA, T. P. Associação entre doses de nitrogênio e inoculação das sementes com bactéria diazotrópica no Milho. Revista de la Facultad de Agronomía, Buenos Aires, v. 116, n. 2, p. 171-178, 2017. Disponível em: https://revistas.unlp.edu.ar/revagro/article/view/6172. Acesso em: 14 jun. 2020.

SANGOI, L.; SILVA, L. M. M.; MOTA, M. R.; PANISON, F.; SCHMITT, A.; SOUZA, N. M.; GIORDANI, W.; SCHENATTO, D. E. Desempenho agronômico do milho em razão do tratamento de sementes com azospirillum sp. e da aplicação de doses de nitrogênio mineral. Revista Brasileira de Ciência do Solo, Viçosa, v. 39, n. 4, p. 1141-1150, 2015. DOI: https://doi.org/10.1590/01000683rbcs20140736

SANTOS, W. F.; AFFÉRRI, F. S.; PELÚZIO, J. M.; SODRÉ, L. F.; REINA, E.; PEREIRA, J. S. Efficiency of nitrogen and genetic divergence in corn aiming for the production of protein. Journal of Bioenergy and Food Science, Macapá, v. 4, n. 4, p. 135-144, 2017. DOI: https://doi.org/10.18067/jbfs.v4i4.191

SANTOS, W. F.; SANTOS, L. F. S.; PELÚZIO, J. M.; PEREIRA, J. S.; REIS, I. M.; SILVA, R. M. Resposta e eficiência agronômica em genótipos de milho à adubação nitrogenada no Sul do Pará. Pesquisa Agropecuária Pernambucana, Recife, v. 24, n. 2, p. 1-5, 2020. DOI: http://doi.org/10.12661/pap.2019.010

SOUZA, T. M.; PRANDO, A. M.; TAKABAYASHI, C. R.; SANTOS, J. S.; ISHIKAWA, A. T.; FELÍCIO, A. L. S. M.; ITANO, E. N.; KAWAMURA, O.; ZUCARELI, C.; HIROOKA, E. Y. Composição química e desoxinivalenol em trigo da região centro-sul do Paraná: adubação nitrogenada em cobertura associada com Azospirillum Brasilense. Semina: Ciências Agrárias, Londrina, v. 35, n. 1, p. 27-342, 2014. DOI: http://doi.org/10.5433/1679-0359.2014v35n1p327

SPOLAOR, L. T.; GONÇALVES, L. S. A.; SANTOS, O. J. A. P.; OLIVEIRA, A. L. M.; SCAPIM, C. A.; BERTAGNA, F. A. B.; KUKI, M. C. Bactérias promotoras de crescimento associadas a adubação nitrogenada de cobertura no desempenho agronômico de milho pipoca. Bragantia, Campinas, v. 75, n. 1, p. 33-40, 2016. DOI: https://doi.org/10.1590/1678-4499.330

UBERT, I. P.; SOLIGO, S. C. Associação de azospirillum brasilense a doses de nitrogênio na cultura do sorgo silageiro. Enciclopédia Biosfera, Goiânia, v. 11, n. 21, p. 220-229, 2015. Disponível em: http://www.conhecer.org.br/enciclop/2015b/agrarias/ASSOCIACAO%20DE%20AZOSPIRILLUM.pdf. Acesso em: 05 abr. 2020.

VOGT, G. A.; BALBINOT JUNIOR, A. A.; GALLOTTI, G. J. M.; PANDOLFO, C. M.; ZOLDAN, S. R. Desempenho de genótipos de milho na presença ou ausência de inoculação com Azospirillum brasilense e adubação nitrogenada de cobertura pecuária catarinense. Agropecuária Catarinense, Florianópolis, v. 27, n. 2, p. 49-54, 2014. Disponível em: https://ainfo.cnptia.embrapa.br/digital/bitstream/item/108268/1/Desempenho-de-genotipos-de-milho-na-presenca-ou-ausencia-de-inoculacao-com-Azospirillum-brasilense-e-adubacao-nitrogenada-de-cobertura.pdf. Acesso em: 13 jun. 2020.

ZAMBONIN, G.; PACENTCHUK, F.; LIMA, F. N.; HUZAR-NOVAKOWISKI, J.; SANDINI, I. E. Response of maize crop hybrids, with different transgenic events, to inoculation with Azospirillum brasilense. Pesquisa Aplicada & Agrotecnologia, Guarapuava, v. 12, n. 1, p. 33-40, 2019. http://doi.org/10.5935/PAeT.V12.N1.03

ZUFFO, A. M.; BRUZI, A. T.; REZENDE, P. M.; BIANCHI, M. C.; ZAMBIAZZI, E. V.; SOARES, I. O.; RIBEIRO, A. B. M.; VILELA, G. L. D. Morphoagronomic and productive traits of RR® soybean due to inoculation via Azospirillum brasilense groove. African Journal of Microbiology Research, Lagos, v. 10, n. 13, p. 438-444, 2016. http://doi.org/10.5897/AJMR2015.7682

Publicado
2022-03-31