Mudança no estilo de vida dos profissionais da atenção básica após participação em curso sobre o cuidado da obesidade

Palavras-chave: Autocuidado, Estilo de Vida, Obesidade, Profissional da Saúde

Resumo

Avaliar as mudanças no estilo de vida de profissionais da saúde após a participação em curso voltado ao cuidado de pessoas com obesidade. Estudo do tipo quase experimental, com método de série consecutiva, tendo como público-alvo os profissionais da saúde da atenção básica de Pernambuco. O grupo intervenção (GI) foi composto pelos profissionais que realizaram o curso de aperfeiçoamento do projeto ECOASUS-PE. Participaram do estudo 109 profissionais, sendo 51 do GI e 58 do GC. Ao final do curso, o GI apresentou melhora no estilo de vida (p=0,007), redução no hábito de fumar (p=0,027) e mudanças no consumo do álcool (p=0,031) e nos hábitos alimentares (p=0,036). A participação no curso ECOASUS-PE gerou mudanças positivas no estilo de vida dos profissionais. Com isso, espera-se que o cuidado com quem cuida seja uma condição indispensável para qualificação do cuidado de usuários do SUS.

Biografia do Autor

Ivanildo Ribeiro Domingos Júnior, Universidade Federal de Pernambuco
Nutricionista graduado pela Universidade Federal de Pernambuco/Centro Acadêmico de Vitória-UFPE/CAV (2019), Pós Graduado em Nutrição nas Doenças Crônicas Não Transmissíveis e Pós Graduado em Nutrição Clínica e Esportiva pelo Centro Universitário FAVENI (2021), Mestre em Nutrição em Saúde Pública - PósNutri - UFPE (2023); Doutorando em Nutrição - Pós Nutri - UFPE.
Nathália Paula de Souza, Universidade Federal de Pernambuco
Nutricionista pela Universidade Federal de Pernambuco (UFPE) (2009), Mestre em Nutrição em Saúde Pública pela UFPE (2012) e Doutora em Saúde Pública pelo Instituto Aggeu Magalhães/Fundação Oswaldo Cruz (IAM/Fiocruz) (2019). Participou do Programa de Doutorado Sanduíche no Exterior, trocando experiências com grupos de pesquisa do Institut de Santé Publique d'Epidémiologie et de Développement, em Bordeaux-França (2017) e do Institut de Recherche pour le Développement, em Montpellier-França (2018). Atualmente é Professora Adjunta do Centro Acadêmico de Vitória - Universidade Federal de Pernambuco (CAV/UFPE), onde ministra a disciplina de avaliação do estado nutricional para o bracharelado em Nutrição. Coordenadora do Programa de Residência Multiprofissional de Interiorização de Atenção à Saúde (UFPE/CAV). Editora associada da Revista Brasileira de Saúde Materno Infantil e desenvolve pesquisas na área de análise de padrões alimentares e compreensão dos aspectos relacionados ao comer e à comida, obesidade, doenças crônicas não-transmissíveis, epidemiologia social e desigualdade.
Amanda Tayná Tavares de Figueiredo Gadelha, Universidade Federal de Pernambuco
Nutricionista, doutoranda e mestre em Nutrição na área de Saúde Pública pelo Programa de Pós-Graduação em Nutrição da Universidade Federal de Pernambuco (UFPE). Especialização em Atenção Básica/Saúde da Família pelo Programa de Residência Multiprofissional em Atenção Básica do Instituto de Medicina Integral Prof. Fernando Figueira (IMIP) em Recife/PE. Graduada em Nutrição pela Universidade Federal de Pernambuco. Graduação Sanduíche na Escola de Agricultura e Ciência dos Alimentos da University College Dublin, Dublin, Irlanda, com período sanduíche através do Programa Ciências sem Fronteiras.
Renata Kelly Gomes Oliveira, Universidade Federal de Pernambuco
Residente em Nutrição Clínica pelo programa de Residência do Hospital Barão de Lucena (HBL). Graduada em Nutrição pela Universidade Federal de Pernambuco - Centro Acadêmico de Vitória , monitora de bromatologia. Desenvolveu pesquisa de PIBIC/UFPE/CNPq no intuito de elaborar Cartografia afetiva de comidas (co)memoráveis de Pernambuco enaltecendo tradições, memórias, cultura e diversidade. Desenvolveu pesquisa pelo PIBIC - Fundação de Amparo à Ciência e Tecnologia do Estado de Pernambuco (FACEPE), na área de fatores comportamentais relacionados ao desenvolvimento de doenças crônicas não transmissíveis. Possui curso Técnico em Agroindústria pelo Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia de Pernambuco- Campus Vitória de Santo Antão.
Vanessa Sá Leal, Universidade Federal de Pernambuco
Nutricionista Graduada pela Universidade Federal de Pernambuco (UFPE). Possui mestrado e doutorado na Área de Nutrição em Saúde Pública, pelo Programa de Pós-Graduação em Nutrição da UFPE. Atualmente é Professor Associado do Centro Acadêmico de Vitória da UFPE. Tem experiência nas áreas de Epidemiologia, Políticas Públicas de Alimentação e Nutrição e Segurança Alimentar e Nutricional.
Pedro Israel Cabral de Lira, Universidade Federal de Pernambuco
Médico pela Universidade Federal de Pernambuco (1977), Residência em Clínica Médica pelo Hospital Agamenon Magalhães/INPS em Recife (1979), Especialização em Saúde Pública (Sanitarista-1982) e (Planejamento em Saúde-1984) pela Fiocruz, Mestrado em Nutrição pelo Instituto Nacional de Alimentacion Y Nutricion -INTA/Universidade do Chile (1986) e PhD em Medicina pela London School of Hygiene and Tropical Medicine - LSHTM/Universidade de Londres (1996). Atualmente: Professor Titular do Departamento de Nutrição-CCS/UFPE, Membro do Grupo de Trabalho em Alimentação e Nutrição e Saúde Coletiva da Abrasco, Membro do Comitê Saúde Coletiva e Nutrição do CNPq (2018/2021) e Coordenador Centro Latino-Americano de Ciência e Tecnologia em Soberania e Segurança Alimentar e Nutricional, na região Nordeste, com apoio do MCTIC. Pesquisas nas áreas de Alimentação, Nutrição e Saúde materno-Infantil, com ênfase em Epidemiologia e Intervenção/Avaliação de Programas/Projetos, com ênfase em baixo peso ao nascer, crescimento, desenvolvimento, aleitamento materno, micronutrientes, doenças crônicas não transmissíveis e Segurança Alimentar e Nutricional.

Referências

Swinburn BA, Kraak VI, Allender S, Atkins VJ, Baker PI, Bogard JR, et al. The Global Syndemic of Obesity, Undernutrition, and Climate Change: The Lancet Commission report. The Lancet. 2019 Feb;393(10173):791–846. https://doi.org/10.1016/S0140-6736(18)32822-8

WHO. NONCOMMUNICABLE DISEASES: PROGRESS MONITOR 2022. Geneva; 2022.

Nordgren L, von Heideken Wågert P, Söderlund A, Elvén M. The Mediating Role of Healthy Lifestyle Behaviours on the Association between Perceived Stress and Self-Rated Health in People with Non-Communicable Disease. Int J Environ Res Public Health. 2022 Sep 23;19(19):12071. https://doi.org/10.3390/ijerph191912071

WHO. A Glossary of Terms for Community Health Care and Services for Older Persons. Kobe, Japão; 2004.

WHO. guidelines on physical activity and sedentary behavior: at a glance. Genebra; 2020.

Vanelli CP, Miranda LSP, Colugnati FAB, de Paula RB, Costa MB. Determinação do estado nutricional: qual o valor de peso e altura autorreferidos? HU Revista. 2019 Apr 4;44(2):157–63. https://doi.org/10.34019/1982-8047.2018.v44.13933

Cavagioni L, Pierin AMG. Risco cardiovascular em profissionais de saúde de serviços de atendimento pré-hospitalar. Revista da Escola de Enfermagem da USP. 2012 Apr;46(2):395–403. https://doi.org/10.1590/S0080-62342012000200018

Souza NP, Leal VS, Santana SCS, Oliveira JS, Costa EC, Lira P. IC. ATLAS DA SITUAÇÃO ALIMENTAR E NUTRICIONAL EM PERNAMBUCO. ECOASUSPE, editor. Vol. 1. Recife-PE: BIBCAV/UFPE; 2021. 1–83 p.

Mota IA, Oliveira Sobrinho GD, Morais IPS, Dantas TF. Impact of COVID-19 on eating habits, physical activity and sleep in Brazilian healthcare professionals. Arq Neuropsiquiatr. 2021 May;79(5):429–36. https://doi.org/10.1590/0004-282x-anp-2020-0482

Botelho LV, Cardoso LO, Canella DS. COVID-19 e ambiente alimentar digital no Brasil: reflexões sobre a influência da pandemia no uso de aplicativos de delivery de comida. Cad Saude Publica. 2020;36(11). https://doi.org/10.1590/0102-311x00148020

BRASIL. Política Nacional de Educação Permanente em Saúde: o que se tem produzido para o seu fortalecimento? Brasília ; 2018.

Figueiredo ATT, Tavares FCLP, Silveira PRRM, Costa EC, Oliveira AA, Lira PIC. PERCEPÇÕES E PRÁTICAS PROFISSIONAIS NO CUIDADO DA OBESIDADE NA ESTRATÉGIA SAÚDE DA FAMÍLIA. Revista de Atenção à Saúde. 2020 Jul 23;18(64). https://doi.org/10.13037/ras.vol18n64.6274

Melo LRS. Avaliação da satisfação dos cursistas sobre a formação enfrentamento e cuidado da obesidade na atenção básica em Pernambuco e seus elementos em um ambiente virtual de aprendizagem [Dissertação de Mestrado ]. [Recife]: Universidade Federal de Pernambuco ; 2022.

Souza NP, Oliveira JS, Andrade GCL, Leal VS, Lira PIC. Uma visão ampliada da obesidade: Reflexões sobre o cuidado na atenção básica. 1st ed. Ponta Grossa - PR: Atena Editora; 2021. https://doi.org/10.22533/at.ed.425213105

Souza NP, Oliveira JS, Andrade GCL, Leal VS, Lira PIC. Uma visão ampliada da obesidade: Reflexões sobre o cuidado na atenção básica. . 2nd ed. Vol. 2. Ponta Grossa - PR: Editora Atena; 2021. 1–128 p.

WHO. Physical status: the use and interpretation of anthropometry. Geneva; 1995.

U.S. Physical Activity Guidelines for Americans, 2nd edition. Washington; 2018.

BRASIL, Ministério da Saúde, Secretaria de Vigilância em Saúde, Secretaria de Atenção à Saúde. Vigilância de Fatores de Risco e Proteção para Doenças Crônicas por Inquérito Telefônico – VIGITEL: Estimativas sobre Frequência e Distribuição Sociodemográfica de Fatores de Risco e Proteção para Doenças Crônicas nas Capitais dos 26 Estados Brasileiros e no Distrito Federal em 2021. Brasília; 2022 Aug.

BRASIL, Ministério da Saúde, Secretaria de Atenção à Saúde, Departamento de Atenção Básica, Coordenação de Trabalho e Rendimento. PESQUISA NACIONAL DE SAÚDE - PNS: 2019 : percepção do estado de saúde, estilos de vida, doenças crônicas e saúde bucal : Brasil e grandes regiões / IBGE. Rio de Janeiro; 2020.

Gabe KT. Desenvolvimento e validação de uma escala autoaplicável para avaliação da alimentação segundo as recomendações do Guia Alimentar para a População Brasileira [Dissertação de Mestrado]. [São Paulo]: Universidade de São Paulo; 2019. https://doi.org/10.11606/D.6.2019.tde-08112018-131030

Fernandes INM, de Almeida KR, Rocha FC, de Andrade Neto GR, Guedes MS, Gonçalves FF, et al. Análise do estilo de vida dos profissionais de saúde da oncologia. Revista de Enfermagem UFPE on line. 2018 Oct 7;12(10):2583. https://doi.org/10.5205/1981-8963-v12i10a237209p2583-2589-2018

Siqueira FV, Reis DS, Souza RAL, Pinho S, Pinho L. Excesso de peso e fatores associados entre profissionais de saúde da Estratégia Saúde da Família. Cad Saude Colet. 2019 Jun;27(2):138–45. https://doi.org/10.1590/1414-462x201900020167

GUTH MCA; AFS. Comportamento alimentar e estado nutricional de universitários da área da saúde no período da pandemia de covid-19. RBONE - Revista Brasileira de Obesidade, Nutrição e Emagrecimento. 2023 May 3;17(107):233–44.

Gonzalez DLP, Oliveira E, Souza G, Bonavides P, Santos N, Coimbra C, et al. BENEFÍCIOS DO CONSUMO DE ALIMENTOS ORGÂNICOS - REVISÃO BIBLIOGRÁFICA. Revista Científica das Faculdades de Medicina, Enfermagem, Odontologia, Veterinária e Educação Física. 2022;1:1–8.

Santos TI. Estilo de vida e práticas profissionais para a promoção da atividade física em Agentes Comunitários de Saúde [Dissertação de Mestrado]. [São Paulo]: Faculdade de Saúde Pública da Universidade de São Paulo; 2014.

Costa MAP, Vasconcelos AGG, Fonseca MJM. Prevalence of obesity, overweight and abdominal obesity and its association with physical activity in a federal University. Revista Brasileira de Epidemiologia. 2014 Jun;17(2):421–36. https://doi.org/10.1590/1809-4503201400020011ENG

Lima JA, Barros RCL, Albuquerque VS, Lima UTS, Freitas MG, Lima KBM, et al. Fatores de risco para doenças cardiovasculares em enfermeiras que trabalham em turnos alternados. Research, Society and Development. 2022 Jun 14;11(8):e34511831407. https://doi.org/10.33448/rsd-v11i8.31407

Brasil. Inquérito Telefônico de Fatores de Risco para Doenças Crônicas não Transmissíveis em tempos de pandemia – Covitel. São Paulo; 2022.

Chaves SÍD, Siqueira PPS de, Dos Santos Neves AC, Alves KM de L, Freitas MSG de, Lima AMJ de. Sono, ansiedade e depressão e atividade física em profissionais de saúde durante a pandemia de COVID-19. Saúde e Pesquisa. 2023 Nov 28;16(4):1–16. https://doi.org/10.17765/2176-9206.2023v16n4.e11401

Robinson E, Boyland E, Chisholm A, Harrold J, Maloney NG, Marty L, et al. Obesity, eating behavior and physical activity during COVID-19 lockdown: A study of UK adults. Appetite. 2021 Jan;156:104853. https://doi.org/10.1016/j.appet.2020.104853.

Publicado
2024-03-31
Seção
Artigos Originais