<b>A Relação do IMC Elevado com Possíveis Alterações na Pressão Arterial de Alunos de 1ª a 4ª Série do Município de São Jorge do Ivaí – Pr

  • Sandra Mara Cardoso Bosquê
  • Joaquim Martins Junior Cesumar
Palavras-chave: Obesidade, Crianças, Hipertensão, Obesity, Children, Blood Pressure.

Resumo

Motivada por fatores multifatoriais, a incidência da obesidade é bastante comum entre as crianças. A obesidade suscita, no indivíduo, a possibilidade de desenvolver doenças crônico-degenerativas, fato que tem preocupado tanto as autoridades da área da saúde como as escolares. Nesta perspectiva, o objetivo deste trabalho foi o de verificar se crianças de seis a 11 anos matriculadas em turmas de 1ª a 4ª série, do ensino fundamental de São Jorge do Ivaí, Estado do Paraná, apresentariam risco de terem excesso de peso e se aquelas com peso elevado seriam portadores de pressão arterial elevada. Os instrumentos de medidas utilizados foram: uma balança, uma fita métrica e um esfigmomanômetro, do NIS - Núcleo Integrado de Saúde do município. Para obtenção dos resultados, os pesquisadores utilizaram os dados coletados por agentes de saúde do município em relação ao peso, altura, idade, sexo e pressão arterial dos referidos alunos. Com base nos dados obtidos, ficou evidenciado que há incidência de crianças com risco de terem excesso de peso e crianças com excesso de peso na população analisada, e a maioria delas (61,2%) apresentaram também quadro de pressão arterial elevada.

Biografia do Autor

Sandra Mara Cardoso Bosquê
Docente Especialista da Rede Estadual de Ensino de São Jorge do Ivaí, Estado do Paraná.
Joaquim Martins Junior, Cesumar
Docente Dr. do Curso de Educação Física do Centro Universitário de Maringá – CESUMAR.
Publicado
2008-06-27
Seção
Artigos Originais