<b>Cianobactérias em Reservatórios Brasileiros e Seus Prejuízos à Saúde Pública

  • Daniel Mantovani Universidade Federal do Paraná
  • Alexandre de Souza Moser Centro Universitário de Maringá
  • Diego Matos Favero Universidade Federal do Paraná
Palavras-chave: Cianobactérias, Qualidade da Água, Enfermidades.

Resumo

A revisão é baseada no perfil dos reservatórios brasileiros, rios e lagos comparando a qualidade da água com a presença de cianobactérias produtoras de toxinas responsáveis por diversos surtos de enfermidades, e, no outro extremo, existem alguns gêneros de cianobactérias que podem ser utilizadas na alimentação humana e animal. A quantidade de cianobactérias presentes na água apresenta um grande risco para a população, causando diversos casos de enfermidades e levando à morte. A presença da toxina provinda de cianobactérias está relacionada com a falta de investimentos no saneamento básico. As cianobactérias são capazes de ficar retidas na água após os tratamentos realizados pelas estações de água, fazendo ataques nas tubulações que levam a água ao consumidor, comprometendo a sua qualidade. Estudos desenvolvidos demonstraram que alguns gêneros de cianobactérias podem ser utilizados na alimentação humana e animal, por apresentar em sua composição teores ricos em nutrientes como aminoácidos essenciais.

Biografia do Autor

Daniel Mantovani, Universidade Federal do Paraná
Doutorando em Tecnologia de Alimentos no Departamento de Engenharia Química da Universidade Federal do Paraná - UFPR. E-mail: danieluns@yahoo.com; mantovanidaniel@hotmail.com
Alexandre de Souza Moser, Centro Universitário de Maringá
Pós-Graduado em MBA- Qualidade e Produtividade pelo Centro Universitário de Maringá – CESUMAR; Mestrando em Tecnologia de Alimentos no Departamento de Engenharia Química da Universidade Federal do Paraná - UFPR. E-mail: moserzão@hotmail.com; alexandresmoser@hotmail.com
Diego Matos Favero, Universidade Federal do Paraná
Mestrando em Tecnologia de Alimentos no Departamento de Engenharia Química da Universidade Federal do Paraná - UFPR. E-mail: diego@ig.com.br; diegofavero@ig.com.br
Publicado
2011-01-25
Seção
Meio Ambiente