<b>Políticas para o Ensino Superior e a Formação do Fisioterapeuta no Brasil / Higher Education Policies and the Formation of the Physical Therapist in Brazil

  • Kamylla Pereira Borges Universidade de Brasília - UnB/DF
Palavras-chave: Ensino Superior, Fisioterapia, Formação em Saúde, Políticas Públicas / Higher Education, Physical Therapy, Formation in Health Science, Public Policies

Resumo

Esse texto pretende reconstruir o percurso da formação e consolidação da fisioterapia enquanto profissão no contexto histórico das políticas públicas voltadas para a educação superior no Brasil. Para tanto, foi realizada uma reconstituição histórica da formação do fisioterapeuta por meio de uma revisão de literatura, procurando destacar o papel das Políticas Públicas para Educação Superior no perfil desse profissional desde o período colonial até o Governo FHC. O que se percebe é que a fisioterapia foi construída enquanto uma profissão ligada à reabilitação, em detrimento de uma atuação equitativa nos três níveis de atenção à saúde de acordo com os princípios do SUS, e a expansão acelerada dos cursos decorrente da reforma da Educação Superior, no Governo FHC, dificultou a mudança dessa concepção, somente combatida com a publicação das Diretrizes Curriculares Nacionais para o Curso de Fisioterapia, em 2002. ABSTRACT: The formation and consolidation of the physical therapist within a historical context of public policies for higher education in Brazil is provided. A historical reconstitution on the formation of the physical therapist was undertaken by a review of the literature, with special attention to the role of public policies for Higher Education within the profile of the professional from colonial times to the FHC administration. Physical therapy was organized as rehabilitation to the detriment of an equal activity at the three levels of health attention, following the principles of the Brazilian Health System. The fast expansion of courses within the reform of Higher Education made more difficult any change in the concept. It was only opposed when the National Curricular Guideless for the Physical Therapy Course were published in 2002.

Biografia do Autor

Kamylla Pereira Borges, Universidade de Brasília - UnB/DF
Fisioterapeuta; Mestre em Educação pela Universidade Federal de Goiás – UFG; Doutoranda em Ensino na Saúde pela Universidade de Brasília - UnB
Publicado
2014-12-18
Seção
Artigos de Revisão