<b>Avaliação da Prescrição de Benzodiazepínicos em uma Farmácia Magistral da Cidade de Paranavaí (PR) / Assessing Prescribed Benzodiazepine in a Dispensing Pharmacy in Paranavaí, Brazil

  • Karina Daniela da Silva Universidade Paranaense
  • Romir Rodrigues Universidade Paranaense
Palavras-chave: Benzodiazepínicos, Clínicos Gerais, Dependência, Mulheres Idosas / Benzodiazepine, General Physicians, Dependence, Elderly Women

Resumo

Os benzodiazepínicos (BZD) são fármacos de prescrição e dispensação restrita, utilizados em casos de convulsões, insônia e ansiedade. Nestes dois últimos casos o tratamento não deve ultrapassar quatro semanas, no entanto, sua utilização é por muitas vezes inadequada, o que tem despertado preocupação na área de saúde pública. O presente estudo tem como objetivo avaliar a existência de uso prolongado/dependência de BZDs na cidade de Paranavaí (PR), traçar o perfil de usuários e avaliar os prescritores quanto à especialidade. Para tanto foram analisadas 362 notificações de receitas B1 retidas em uma farmácia de manipulação, e os dados dos pacientes como idade e sexo foram obtidos no sistema informatizado da própria farmácia durante o ano de 2012. Observou-se que as mulheres acima de 55 anos são as detentoras da maioria as prescrições. A dependência foi encontrada em 43,27% dos casos e o profissional que mais prescreveu BZDs foi o clínico geral, totalizando 56,45% das prescrições, enquanto que o fármaco mais prescrito foi o alprazolam. Os resultados confirmam o uso irracional dos benzodiazepínicos, principalmente entre os idosos, o que se deve em parte pela falta de conhecimento farmacológico apropriado por parte dos prescritores que em sua maioria são clínicos gerais. Conclui-se que são necessários programas de educação médica continuada que conscientizem tanto os profissionais da saúde quanto a população sobre o uso racional destas drogas. ABSTRACT: Benzodiazepine (BZD), taken in cases of convulsion, insomnia and anxiety, are prescribed drugs and their dispensation is restricted. Although in the case of the last two cases treatment with these drugs should not exceed four weeks, their use is frequently inadequate and has given much concern to public health authorities. Current analysis evaluates the prolonged use and dependence of BZDs in Paranavaí PR Brazil, describes users and evaluates prescribers with regard to their specialty. Further, 362 notifications on prescription B1 in a dispensing pharmacy were analyzed and the patients´ data, such as age and gender, were retrieved from the digitalized system of the pharmacy for 2012. Females over 55 years old detained most prescriptions and dependence occurred in 43.27% of cases. The general physician was the professional who prescribed BZDs, mostly alprazolam, with 56.45% of prescriptions. Results confirmed abuse in benzodiazepines, especially among the elderly, perhaps due to lack of pharmacological knowledge by prescribers most of whom were general physicians. Programs for continuous medical education are required to make aware health professionals and the population on a more rational use of the drugs.

Biografia do Autor

Karina Daniela da Silva, Universidade Paranaense
Farmacêutica generalista, egressa da Universidade Paranaense
Romir Rodrigues, Universidade Paranaense
Possui graduação em Farmácia Bioquímica e Industrial pela Universidade Federal do Paraná (UFPR). Responsável pelo setor de Imunohematologia do Hemonúcleo Regional de Paranavaí (REDE HEMEPAR). É professor adjunto da Universidade Paranaense (UNIPAR). Mestre em Ciências Farmacêuticas pela Universidade Estadual de Maringá (UEM), especialista em Ciências Farmacêuticas pela Universidade Federal do Paraná (UFPR), especialista em Análises Clínicas pelo Centro Universitário Maringá (CESUMAR), Especialista em Gestão de Saúde pela Universidade Estadual de Maringá (UEM). Coordenador da Especialização em Análises Clínicas da Universidade Paranaense - UNIPAR, unidade Paranavaí. Já atuou como docente nas áreas de farmacologia, farmácia hospitalar, saúde pública e epidemiologia. Atualmente é docente na UNIPAR, unidade Paranavaí, nas disciplinas de parasitologia clínica, hematologia clínica e tecnologia de alimentos.
Publicado
2014-11-04
Seção
Artigos Originais