Educação Para Construção De Dignidade: Tarefa Eminente Do Direito

Alessandro Severino Váller Zenni, Diogo Valério Félix

Resumo


Educação é formação de dignidade, tomada de consciência e mudança de atitude. Inteligência dirigida ao sentido da vida, permitindo ao ser humano dar cobro às disposições naturais que lhe são imanentes e transcendente. Homem é fenômeno somático, dotado de potências que reclamam concretização, como ser livre, deve agir com responsabilidade em direção a fins, ser cultural que também se faz na história como experiência, transcendente porque conotado de metafísica. Vida é revisitada à luz da teoria quântica e microcosmo, passa a ser relação, cooperação, sistema transdisciplinar em acoplamento com o meio ambiente, superando noções como competição e luta entre classes. Existe uma relação inteligente de constante dinamismo e busca de reequilíbrio. O direito haverá de valer-se da natureza humana, e a lei natural de convocação à dignificação será a fonte jurídica no fenômeno da positivação e aplicação. Direito é instrumento de educação. Um método construtivista que reúne toda a experiência e permite o interagir entre sujeito e objeto com mútua transformação. Surge com a exlética, propiciando educação para a transformação.

Palavras-chave


Educação; Ser Humano; Dignidade; Vida; Direito; Método exlético.

Texto completo:

Artigo_Pdf


Indexado
REDIB; Sumários.Org; DOAJ; Ulrich’s International Periodicals Directory; Latindex; RVBI; ROAD; OCLC WorldCat

Revista Jurídica Cesumar - Mestrado
Unicesumar, Maringá (PR), Brasil
ISSN 2176-9184 On-line
Contato: naep@unicesumar.edu.br


ISSN 1677-6402 Versão impressa interrompida em 2019

Licença Creative Commons
Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial 4.0 Internacional.