<b>Reflexões sobre a organização e a operacionalização das atividades do estágio supervisionado do curso de direito à luz da resolução n.9, de 29.10.2004 da Câmara de Ensino Superior do Conselho da Educação do Brasil

  • Ivan Dias da Motta CESUMAR
Palavras-chave: ensino jurídico, estágio supervisionado, regulação

Resumo

O artigo traz uma reflexão acerca da operacionalização e organização do estágio supervisionado em direito à luz das novas diretrizes curriculares nacionais para o curso de direito, preocupando-se com a identificação de pontos de estrangulamento na estruturação do que está posto. Há indicação de metodologia específica para o estágio a dar conta das novas exigências legais. Como forma de provocação sugere-se um modelo de regulamento para normatização das atividades

Biografia do Autor

Ivan Dias da Motta, CESUMAR
Pós-doutor em Direito Educacional e Mestre e Doutor em Direito das Relações Sociais, na Linha de Direito do Trabalho, todos pela Pontifícia Universidade Católica de São Paulo – PUC/SP. Avaliador “ad hoc” da SESU/MEC e do INEP. Professor pesquisador do Programa de Mestrado em Direito do CESUMAR – CENTRO UNIVERSITÁRIO DE MARINGÁ.
Publicado
2007-08-03
Seção
Doutrinas