<b>Aspectos Clínicos e Fisioterapêuticos Abordados em Pacientes com Deficiência Focal Femoral Proximal

  • Siméia Gaspar Palácio Cesumar
  • Cinthia Paris Rodrigues Cesumar
Palavras-chave: Deficiência Femoral Focal Proximal, Fisioterapia, Amputação, Proximal Femoral Focal Deficiency, Physiotherapy, Amputation.

Resumo

A deficiência focal femoral proximal (DFFP) é uma anomalia congênita rara, estando associada ao uso de agentes teratogênicos durante o primeiro trimestre de gravidez. Em decorrência da patologia, o acetábulo e os elementos superiores do fêmur se formam primeiramente e, em seguida, a perna e o pé, ocasionando uma desigualdade no comprimento dos membros inferiores que, por sua vez, provoca transtornos no desenvolvimento motor da criança, comprometendo o seu prognóstico de marcha. Nos casos de não acompanhamento clínico e fisioterapêutico, o encurtamento do membro torna-se progressivo e os riscos do desenvolvimento de deformidades dos membros inferiores e tronco se acentuam. Sendo assim, este estudo tem como finalidade aprofundar os conhecimentos técnico-científicos referentes à patologia e, sobretudo, abordar as formas de intervenção fisioterapêuticas disponíveis para a reabilitação destes pacientes.

Biografia do Autor

Siméia Gaspar Palácio, Cesumar
Docente do Curso de Fisioterapia de Centro Universitário de Maringá – CESUMAR. E-mail: simeiafisio@cesumar.br
Cinthia Paris Rodrigues, Cesumar
Fisioterapeuta graduada pelo Centro Universitário de Maringá – CESUMAR. Pós-graduação em Fisioterapia Dermato-Funcional pelo Ibrate (Instituto Brasileiro de Therapias e Ensino). E-mail: cinthiaparis@hotmail.com
Publicado
2009-06-09
Seção
Artigos de Revisão