<b>Perfil Motor de Escolares com Transtorno de Déficit de Atenção/Hiperatividade Do Subtipo Predominantemente Desatento

  • Simeia Gaspar Palácio Centro Universitário de Maringá - UNICESUMAR
  • Aline Vasconcellos Centro Universitário de Maringá - UNICESUMAR
Palavras-chave: Transtorno do Déficit de Atenção com Hiperatividade, Habilidade Motora, Pediatria

Resumo

O presente estudo teve como objetivos caracterizar o desempenho motor de escolares com Transtorno de Déficit de Atenção/Hiperatividade do subtipo predominantemente desatento e traçar o perfil das crianças investigadas, em relação ao sexo, idade, nível socioeconômico e índice de massa corpórea. Foram avaliadas 22 crianças de 7 a 10 anos, do 2º ao 4º ano do ensino fundamental da rede municipal de Maringá, utilizando o Movement Assessment Battery for Children (MABC-2). Os resultados demonstraram que a maioria das crianças era do gênero masculino (68,2%), tinha uma média de idade 8,3±0,9 anos, cursava o 3º ano do ensino fundamental (45,5%) e apresentava índice de massa corporal classificado como adequado (54,6%). Quanto à classificação social, observou-se um predomínio de escolares pertencentes à classe B (45,5%) e, em relação ao nível de escolaridade dos pais, verificou-se que a maioria possuía o 1º e 2º grau (82%). No que diz respeito ao desempenho motor da amostra geral, a maioria apresentou um desempenho dentro dos padrões de normalidade (64%), sendo o equilíbrio a habilidade motora em que se observou o maior déficit (31%). Quanto ao desempenho motor entre os gêneros, os meninos sobressaíram-se na habilidade de destreza manual (37%), enquanto as meninas no equilíbrio (50%), embora sem significância estatística. No entanto, devido à limitação do tamanho da amostra e da desproporção entre meninos e meninas, sugere-se a realização de outras pesquisas para a obtenção de dados mais conclusivos.

Biografia do Autor

Simeia Gaspar Palácio, Centro Universitário de Maringá - UNICESUMAR
Docente do Curso de Fisioterapia da UNICESUMAR – Centro Universitário de Maringá, PR, Brasil; Mestre em Educação pela Universidade Estadual de Londrina – UEL, Londrina, PR, Brasil
Aline Vasconcellos, Centro Universitário de Maringá - UNICESUMAR
Fisioterapeuta graduada pela UNICESUMAR - Centro Universitário de Maringá, PR, Brasil. Ex-colaboradora no Projeto de Iniciação Científica do CNPq/PIBIC 2012/2013.
Publicado
2014-07-15
Seção
Artigos Originais