<b>O Esquecimento do Humano: como a Indolência da Sociedade Brasileira Compromete a Efetividade dos Direitos Humanos Fundamentais

  • Dennis Verbicaro Soares Cesupa
Palavras-chave: Indolência social e política, Cidadania enfraquecida, Emancipação, Direitos Humanos, Efetividade, Political and social indolence, weakened citizenship, emancipation, human rights, effectiveness, Desgana social y política, Ciudadanía fragilizada.

Resumo

A análise em questão visa a demonstrar que a opção da sociedade brasileira por uma apatia cívica tem comprometido a efetividade dos direitos humanos, na medida em que tal comportamento desvirtua a essência do próprio regime democrático. Ao se acomodar em uma liberdade negativa, a sociedade reforça o matiz abstencionista do Estado Liberal que, muitas vezes, produz mal-estar social. Uma cidadania débil faz o indivíduo confiar demasiadamente na representação política, distanciando-o do instinto de sociabilidade, uma das alternativas da pós-modernidade para emancipá-lo da regulação de poder que o debilitou ao longo dos dois últimos séculos. Não se pode desperdiçar as lições da experiência, ceder a um fatalismo político e não romper com esse estado de indolência tão prejudicial ao exercício dos direitos humanos fundamentais.

Biografia do Autor

Dennis Verbicaro Soares, Cesupa
Docente do Centro Universitário do Pará – CESUPA; Mestre em Direito pela Universidade Federal do Pará – UFPA; Doutorando em Direito pela Universidade de Salamanca (Espanha); Advogado; Procurador do Estado do Pará.
Publicado
2008-01-02
Seção
Doutrinas